Bancários decretam greve na Bahia.

Publicado: 27/09/2011 em Uncategorized
altComeça nesta terça-feira (27/09) a greve dos bancários por tempo indeterminado. Em assembleia, na noite desta segunda-feira (26/09), os empregados dos bancos públicos e privados decidiram, por unanimidade, paralisar as atividades nas agências de toda a Bahia, com participação forte nas cidades do interior. Nova assembleia está marcada para esta terça-feira, às 18h, no Ginásio de Esporte, para avaliar o primeiro dia do movimento.

Em decisão também unânime, mais de 100 funcionários do Desenbahia decidiram aderir à greve a partir desta terça-feira (27/09) durante assembleia nesta segunda-feira (26/07).

Os banqueiros oferecem 8% de reajuste salarial, ou seja, 0,56% de aumento real. A categoria reivindica 12,8% de reajuste salarial (sendo 5% de aumento real). O Comando Nacional considera a proposta baixa, principalmente se comparada aos altos índices de lucratividade. No primeiro semestre, as empresas alcançaram um lucro de R$ 27,4 bilhões.

Vale lembrar que o Brasil é o país que possui a maior taxa de juros do mundo. A Fenaban não deixou outra saída para os bancários, pois a oferta também não contempla avanços em relação às reivindicações de emprego e melhoria das condições de trabalho.

BANCOS PÚBLICOS
O processo negocial dos bancários da rede oficial vem sendo tratado com total descaso pelo governo, que prefere seguir a linha dura da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e se recusa a atender as reivindicações nas mesas específicas.

O Banco do Brasil e a Caixa sequer aceitaram voltar à mesa de negociação, na última sexta-feira (23/09), como sugeriu o Comando Nacional. Uma prova de que não estão nem aí para os problemas enfrentados pelos trabalhadores.

No BNB a situação não é diferente. O banco não demonstra vontade em negociar e, para completar, ameaça reduzir benefícios, como a PLR (Participação nos Lucros e Resultados). A direção da empresa quer pagar apenas 9%, diminuindo consideravelmente o valor conquistado em 2010, de 14%. Este ano, a luta é por 15%.

MOBILIZAÇÃO
A mobilização durante a campanha salarial do ano passado, deu origem à maior greve dos bancários dos últimos 20 anos. Um total de 344 agências foram fechadas na base do Sindicato da Bahia e, em todo o Estado, trabalhadores de 564 unidades bancárias cruzaram os braços em prol do movimento. Os números comprovam que a união fortalece a garantia de resultados positivos.
Fonte: Bancários da Bahia
27/09/2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s